Pango ou Peixe-gato: Perigo para a saúde!

Matéria editada em 07 de maio de 2012.

O pango ou peixe-gato é um novo tipo de peixe que encontramos sobretudo sobre a forma de filés, a um preço muito barato(?).O pango é um peixe de cultura intensiva/industrial no Vietnam, mais exactamente no delta do rio Mekong está a invadir o mercado devido ao seu preço.

Eis o que deve saber sobre o Pango:

Os Pangos estão infestados com elevados níveis de veneno e bactérias. (arsénio dos afluentes industriais e tóxicos e perigosos subprodutos do crescente setor industrial, metais contaminantes, bifenilos poli clorados (PCB), o DDT e seus (DDTs), clorato, compostos relacionados (CHLs), hexaclorocicloexano isómeros (HCHs), e hexaclorobenzeno (HCB)).

O rio Mekong é um dos rios mais poluídos do planeta.

Não há nada de natural nos Pangos - Eles são alimentados com peixes mortos restos e ossos de secas e de solo numa farinha, da América do Sul, a mandioca (mandioca) e resíduo de soja e grãos. Obviamente, este tipo de alimentação não sã não tem nada a ver com a alimentação num ambiente natural.

Ela mais não faz do que assemelhar-se ao método de alimentação das vacas loucas (vacas que foram alimentadas com vacas, lembra-se?) A alimentação dos pangos está completamente desregulada.. O pango cresce 4 vezes mais rápido do que na natureza ...

Além disso os pangos são injetados com PEE - alguns cientistas descobriram que se injectassem as fêmeas pango com as hormonios femininos derivados de desidratado de urina de mulheres grávidas, a fêmea Pango produziria os seus ovos muito rapidamente e em grande quantidade, o que não aconteceria no ambiente natural (um Pango passa a produzir assim aproximadamente 500.000 ovos de uma vez). Basicamente, são peixes com hormônios injetáveis (produzidas por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom.

Ao comprar pango estamos a colaborar com empresas gigantes sem escrúpulos e gananciosas que não se preocupam com a saúde e o bem-estar dos seres humanos.

Este comércio está a ser aceito por grandes superfícies que os vendem ao público em geral, sabendo que estão a vender produtos contaminados.

Nota: devido à prodigiosa quantidade de disponibilidade de Pango, este irá acabar noutros alimentos: surimi (aquelas coisas com pasta de peixe), peixe terrines e, provavelmente, em alguns alimentos para animais. ( cães e gatos!)

Diz-se que comer peixe é bom para a saúde, mas eu já começo a duvidar de tudo!!!!

Editado em 07/05/2012
Veja matéria publicada com o comunicado do MPA sobre o assunto:
panga-comunicado-do-ministerio-da-pesca
.

11 comentários:

  1. O peixe pango que se come nos restaurantes no Brasil (Niterói, RJ), são importados da Ásia?
    Se afirmativo, não seria o caso de as Associações Sérias de Pesca iniciarem uma campanha, junto ao Governo, proibindo esse tipo de importação?
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Hoje em dia, a maioria dos restaurantes do Brasil, que tem o pango em seu cardápio, compram de criadores daqui mesmo. Já existem vários espalhados pelo país, pois é a criação de peixes em cativeiro ( veja no menu: piscicultura ) é uma ótima fonte de renda e que requer baixo investimento.
    Mas vou lhe dar uma dica: pergunte no restaurante de onde eles compram o peixe, independente da espécie. Afinal, nada melhor do que saber o que colocamos no prato, não é verdade?
    Espero ter respondido sua pergunta.
    Um abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respondeu, sim.
      Um abraço.
      Obrigada.

      Excluir
  3. Gostaria de saber se esse peixe pango que compramos congelado no mercado, aqui no brasil é prejudicial à saúde assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como eu disse no comentário acima, eu não acredito que exista esse tipo de pango no Brasil. Mas nada impede de nós nos informar-mos, não é verdade.
      Como qualquer tipo de alimento que compramos, sempre é interessante saber a procedência.
      Abraço e fique a vontade para comentar, ok?

      Excluir
    2. Independente da onde venham qualquer informação sanitária a respeito de alimentos deve ser procurada junto a ANVISA,somente ela e o MAPA tem autoridade para falar sobre esses tipos de assuntos,caso contrário,qlq idiota escreve o que em entende e as vezes até por ser de mercados concorrentes apenas para tirar proveito e vender o "seu peixe",literalmente,que lendo esse artigo o peixe de quem escreveu não é o Pango.
      A ANVISA e o MAPA não manifestaram nada que possa indicar que esse peixe é impróprio para o consumo.

      Excluir
  4. Acabei de receber uma embalagem de filé congelado, e a origem é Vitenã mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Queria agradecer a informação desta materia pois sem saber comprei os files (origem vietnan) e estava procurando uma receita... depois de ler ja sei qual receita fazer: jogar no lixo e nunca mais comprar este peixe.

    ResponderExcluir
  6. Em 30/05/2012 perguntei sobre o Pango.Encontrei-o embalado e distribuido por Leardini Pescados LTDA, Navegantes, SC, com registro no Ministério da Agricultura. Comprei e preparei. Delícioso, realmente. Depois de preparado e comido, verifiquei, num cantinho da embalagem, bem pequenina a informação "Produto do Vietan".
    Conforme li nas perguntas e respostas acima,parece que este produto, liberado pelas autoridades brasileiras e embalado em um Estado famoso pela qualidade de pescados,é o produto proibido por estar altamente contaminado. Procede a afirmação?
    Obrigada e um abraço. Neiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já entrei em contato com o Ministério da Pesca MPA à fim de maiores informações sobre esse assunto que, para meu espanto, está tomando proporções que eu não esperava.
      Quando receber a resposta farei a publicação.

      Excluir
    2. Giovani,infelizmente esse Ministério é o pior para obter as informações,esse Ministério foi criado como um par deles para empregar amigos da era LULA,por isso que vc não deve ter obtido as informações procedentes,toda vez que algum alimento é considerado de risco a saúde pública as informações estão disponibilizadas no site da ANVISA,só entrar lá e procurar que vc vai inclusive encontrar alimentos que já estão condenados,esse peixe não consta.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário e/ou dúvida que responderei o mais breve possível.